By Roberta Feltes.

Considero-me uma privilegiada por ter chegado bem mais longe do que imaginei e por ter realizado alguns sonhos e objetivos, portanto, tudo o que me resta agora é honrá-los e torcer para que as coisas se mantenham como estão.
Não preciso de mais nada, “ser feliz me consome muito tempo”.


By Roberta Feltes.

A cada manhã exijo ao menos a expectativa de uma surpresa, quer ela aconteça ou não.
Expectativa por si só já é um entusiasmo.




By Roberta Feltes.
.
Não sei quem inventou que é preciso ser a gente mesmo o tempo todo.
Há que se ter uma escada para o imaginário.
Ninguém é uma coisa só, ninguém é tão único e tão encerrado em si próprio.
Desde cedo fica evidente que somos múltiplos, que há um Deus e um Diabo morando no mesmo corpo.



By Roberta Feltes.

Não brigo contra o mundo nem contra ninguém,
faço apenas o que gosto e não me exijo além da conta.


By Roberta Feltes.

Mergulhou a cabeça sob a janela, imune ao tempo, às traças, à poeira.
Chamou com dor pelo nome e nada encontrou porque tudo se perdeu, e o vento soprou levando as folhas de papel para longe, para além das janelas entreabertas onde não restam mais migalhas para os pássaros que não vieram nunca.




By Roberta Feltes.

Importante é a luz, mesmo quando consome, a cinza é mais digna que a matéria intacta e a salvação pertence apenas aqueles que aceitaram a loucura escorrendo nas veias.



By Roberta Feltes.

Sabe que meu gostar por você é amor, pois se eu me comovo vendo você, pois se eu acordo no meio da noite só para ver você dormindo... Meu Deus!
Eu vou ficar esperando você e então meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme só olhando você sem dizer nada, só olhando e pensando – Meu Deus, como você me dói vezenquando.




By Roberta Feltes.

Todo mundo quer ser amado, mas o prazer de amar é muito maior.




By Roberta Feltes.

Evaporando o fantasma, reaparece sua banal realidade. E tudo impregnado da ausência do sonho que agora é uma agulha escondida, e te fere.
E te fere não porque ali esteja o sonho, mas exatamente porque não está – esteve.
.
By Roberta Feltes.

Alimento-me do que você é incapaz de perceber – e entendo que a beleza do sol, a música, o silêncio, a chuva caindo são destinados a mim.
E as únicas pessoas que consigo conviver são pessoas que conhecem essas belezas – ninguém mais me interessa.


16 Comente Aqui:

SI*+
QUE ESTAS MAS LINDA QUE EL DULCE DE LECHE!!
ABRACCIO
CHE

"Não sei quem inventou que é preciso ser a gente mesmo o tempo todo.
Há que se ter uma escada para o imaginário.
Ninguém é uma coisa só, ninguém é tão único e tão encerrado em si próprio.
Desde cedo fica evidente que somos múltiplos, que há um Deus e um Diabo morando no mesmo corpo."
Perfeito, porque é simples e verdadeiro.
Belos textos!

maravilhoso post;

"mas o prazer de amar é muito maior"


lindo texto e belíssimas fotos;

Oi Bianca,
Além das fotos maravilhosas, você escreveu raridades e profundezas. Vou reler tudo mais vezes...
Beijo do Chico

Carlos Roberto disse... 29 de setembro de 2009 06:38  

No final das contas, uma coisa que sempre achei se confirma: Bianca Feijó é a autora; Bianca Feijó é autobiográfica; mas Bianca Feijó também é a MUSA de Bianca Feijó. Uma bela e curiosa relação de amor.

Minha escritora preferida

E agora com fotos ....uauuuu

Bju !!!

Seus textos sempre são perfeitos... acompanhado das suas fotos... melhor ainda

Belo texto. Bela mulher.
Abraços.

Legal, Bianca!

Permear fotos suas com verdades de todos nós.

Beijos

Mirse

Eu não hesitaria um nadinha sequer em viver em um mundo criado por ti.
De tudo de bom que ele poderia ser, também seria belo.

Beijo de Paz, minha querida.

Belas imagens: literárias e fotografias. Parabéns!

Adorei!

Todos os dias me alegra saber que tenho tantas deusas e demônios habitando meu corpo. Doses diárias de imprevisibilidade trazem um gosto diferentes às expectativas...

Beijos!

G.U.I.L.H.E.R.M.E disse... 11 de outubro de 2009 16:04  

A janela de um Porto Alegre

"A poesia ou poema
Na janela do ônibus
Paisagem entre letras
Palavras e ruas
Me lembro dela nua:
Sabe,
Sinto a Visão
Instantes e seus Mistérios
Pensar no (Des)Conhecido
Que Coisa o Transitar do Tempo...
Verdades que até aqui ficaram cruas."

Olá, Bianca!

Excelentes textos e belo ensaio fotográfico!

Abraços,
Lou

beleza de impacto, bianca.
um beijo.
romério

euescrevo
livros
::Textos meus inéditos ::
noorkut
linkssobre
enciclopédia
videosinteressantes
sitesculturais
outrostextos
sertaoveredas
"O senhor... Mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra, montão".
(Guimarães Rosa)
caio-fernando-abreu
"Dentro de mim guardo sempre teu rosto e sei que por escolha ou fatalidade, não importa, estamos tão enredados que seria impossível recuar para não ir até o fim e o fundo disso que nunca vivi antes."
Clarice-Lispector
"Quero morrer com vida. Juro que só morrerei lucrando o último instante. Ah... como quero morrer... mas nunca morrer antes de realmente morrer."
Nietzsche
"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura."
Paulo-Leminski
Que tudo se foda, disse ela. E se fodeu toda.
Mario-Quintana
"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho".
Mario-Quintana
"Os males do mundo toda a gente sabe! Os meus... ninguém... A minha dor não cabe, nem nos cem milhões de versos que eu fizera..."
nelson-rodrigues
"Se cada um soubesse da intimidade sexual dos outros, ninguém cumprimentaria ninguém.
Bianca Feijó em seu site







Blog Bianca Feijó