Trato a arte como a suprema realidade e a vida como uma mera ficção.

Sou uma daquelas feita para exceções, não para as regras. E, embora entenda que há qualquer coisa de errado naquilo que fazemos, entendo que há qualquer coisa de errado naquilo que nos tornamos.

Muitas coisas pelas quais fui condenada eu não havia feito, mas é também verdade que fui condenada por muitas coisas que fiz e que há em minha vida um número ainda maior de atos que pratiquei e dos quais nem sequer fui acusada. Acontece!

Por trás de sofrimentos há sempre mais sofrimentos.Diferente do prazer, a dor não usa máscaras.

Sou uma amante para cujo amor o mundo é demasiadamente pequeno. Muito pequeno!

A maior parte das pessoas são outras, suas vidas são uma imitação de outras vidas, suas paixões, sempre as mesmas, trocam apenas os personagens.

O que não me faz bem, enxoto da minha vida tal como o homem que sacode de sua pele qualquer inseto que o tenho picado.

E se tudo isso lhe soar ridículo aos seus olhos. Lamento, acontece!

São coisas da vida, e a gente se olha e não sabe
___________se
.._________.....vai
____________.....ou
.___________.__....se
._______________._.fica.
.
.
.
.A.G.R.A.D.E.C.I.M.E.N.T.O.S
........
......
.
.Obrigadíssima aos que votaram em meu blog para o prêmio do Top Blog, a votação encerrou na terça-feira (11/08). Assim que souber o resultado divulgo aqui para nós!
.
. Aproveito para agradecer aos novos leitores que passaram por aqui no último post, alguns conseguirei retribuir, aos que não posso, obrigadíssima mesmo, leio TODOS os comentários.
O que é bonito é o que persegue o infinito.
Eu quero tudo que dá e passa
Quero tudo que se despe
Se despede e despedaça.
( O que é bonito - Lenine )

16 Comente Aqui:

Muito bom o texto!

Também nasci para as "exceções", talvez seja por isso que estou sempre no banco de reserva.

Mas o que interessa é que sejamos reais e sinceros!

Beleza de texto!

Beijos

Mirse

Acontece
Se apetece
Ou não
Só ilusão
Faça sua prece
Ou só a quermesse
Dá ou desce
Não é o x da questão
Ser são
Não é condição
Nem estado
É mais papo furado
Melhor apenas bailar o fado
Que o enfado
Há de passar...

Bianca, sempre bom vir aqui: textos interessantes, gostosos de se ler. Esse de hoje é inventivo, bem estruturado. Abraços!

Cara Bianca,

Seu blog é incrível. Está em nossa barra de favoritos. Gosto especialmente da combinação de imagnes e textos. Fica o convite para que você nos visite: http://palavrasdeontem.blogspot.com

Um abraço,

J.Mattos

Obrigada pela visita. Muito bom teus textos e teu blogue. Voltarei outras vezes.


Abração!

G.U.I.L.H.E.R.M.E disse... 13 de agosto de 2009 11:10  

"(...) Mas eu não sou
Eu não sou, não...
Eu gosto é do inacabado
O imperfeito, o estragado que dançou
O que dançou...
Eu quero mais erosão
Menos granito
Namorar o zero e o não
Escrever tudo o que desprezo
E desprezar tudo o que acredito
Eu não quero a gravação, não
Eu quero o grito
Que a gente vai, a gente vai
E fica a obra
Mas eu persigo o que falta
Não o que sobra
(...)"

É sempre muito gostoso te ler... e sempre algo que tu escreve se aplica a mim... o mundo é mesmo pequeno

Você, minha querida, é flecheira que nunca erra o alvo: somos, sim, no lapso de tempo que temos, ACONTECIMENTOS.

Beijo enorme de Paz, e,
se você adora que aqui venhamos, adoro eu vir aqui.
Até.

Bianca,
Há um presente pra você lá no Coisas do Chico.
Um beijo !!!!
Chico

bianca:
passo para a leitura.
um beijo.
romério

Que lindo seu blog, muito bom revê-lo!
Adoro seus textos; algumas vezes copio alguns e mostro para meus amigos (sempre o o endereço do seu blog); adoro divulgar coisa tão boa.

bjos

PS: Estou começando um novo blog com uma nova proposta; se passar por lá, dê sua opinião.

adorei o texto, tb acredito que fui feita para as exceções!

Como sempre parabéns pela forma que escreve!

Um beijo

Passando pra deixar um beijo!

Já li, e reli.

Deu-me vontade, de novo, de trazer até você o meu abraço amigo e de Paz.

Olá Bianca, sou um admirador secreto; um dia terei coragem e vou me apresentar pessoalmente. Que Deus abencoe voçê e sua família. MMS

Leonardo Buarque disse... 27 de março de 2010 20:43  

Olá Bianca, só abra "aspas" quando usar frases de outras pessoas em seus textos, exemplo " Sao coisas da vida e agente se olha e nao sabe se vai ou se fica" música da Rita Lee, abraço

euescrevo
livros
::Textos meus inéditos ::
noorkut
linkssobre
enciclopédia
videosinteressantes
sitesculturais
outrostextos
sertaoveredas
"O senhor... Mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra, montão".
(Guimarães Rosa)
caio-fernando-abreu
"Dentro de mim guardo sempre teu rosto e sei que por escolha ou fatalidade, não importa, estamos tão enredados que seria impossível recuar para não ir até o fim e o fundo disso que nunca vivi antes."
Clarice-Lispector
"Quero morrer com vida. Juro que só morrerei lucrando o último instante. Ah... como quero morrer... mas nunca morrer antes de realmente morrer."
Nietzsche
"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura."
Paulo-Leminski
Que tudo se foda, disse ela. E se fodeu toda.
Mario-Quintana
"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho".
Mario-Quintana
"Os males do mundo toda a gente sabe! Os meus... ninguém... A minha dor não cabe, nem nos cem milhões de versos que eu fizera..."
nelson-rodrigues
"Se cada um soubesse da intimidade sexual dos outros, ninguém cumprimentaria ninguém.
Bianca Feijó em seu site







Blog Bianca Feijó