Nada é tão comum quanto achar que uma pessoa não pode querer mais nada da vida.


"Olha para ela, sempre com esta cara.Nunca esta feliz.Tem emprego, marido, filho.O que ela pode querer mais? "


“Sicrana é linda, jovem e tem um corpaço, o que mais ela quer?”

“Fulana ganha rios de dinheiro, é valorizada no trabalho e vive viajando, o que é que lhe falta?”

Querem mais, quero mais...

Quero não ter nenhuma complacência com o tédio, não ser forçada a aceitá-lo na minha rotina como um inquilino inevitável.

Quero a primeira vez outra vez.
Um primeiro beijo em alguém que ainda não conheço; um primeiro abraço contra meu peito; a emoção do primeiro encontro com primeiro olhar; o nervosismo irrequieto que não conseguirei domar.
Quero seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego.

Quero compreender que não tenho controle nenhum sobre as emoções dos outros, sobre suas escolhas, sobre coisas que dão errado e também sobre as que dão certo.
Quanto às coisas que acontecem ao meu redor, queria não ser tão responsável por elas.

Permitir-me poder acordar um dia mais tarde sem dar explicações, conversar com estranhos, me divertir fazendo coisas que nunca imaginei, deixar de ser tão misteriosa para mim mesma.

O que eu quero mais?
Obedecer o meu lado mais infrator, menos comportadinho, menos refém das reuniões familiares, bolos de aniversário e despertadores na segunda-feira de manhã.
Pois é, ninguém satisfeito. Ainda bem.

16 Comente Aqui:

e viva às estréias! ao abraço ao novo e aos dias que virão!

Oi amiga!
Tem que ter rotina mas não pode ter só rotina...
Beijos

a expectativa e a insatisfação movem o mundo!

beijos!

Américo de Souza disse... 14 de outubro de 2007 22:11  

"Quero a primeira vez outra vez.",
"seguir desfazendo as virgindades que ainda carrego" e
"deixar de ser tão misteriosa para mim mesma."
Parabéns, querida. Estás ficando uma "fera" na literatura. Aplausos merecidos!

Bianca, querida, obrigada pela visita gentil ao Fina Flor.

Volte quantas vezes quiser :o)

Sua casa é linda e de bom gosto e este texto da Martha Medeiros realmente é ótimo.

Beijos e boa semana,

MM.

A insatisfação é o que move. O medo do tédio e o da repetição automática também sacodem a letargia existencial. Desvirginando-se sempre!

Está ficando muito interessante visitar seu blogger!
Gostei L.A.S.C.I.V.O

Gostei N.A.D.A. ..M.A.I.S.

Muito bom!!!

Continue!!!

Jr......

Samantha falou que a insatisfação move o mundo. Pode ser. Eu considero a possibilidade disso ser um valor caro à nossa época. a insatisfação e a sensação de incompletude nos movem nos tempos modernos. Ainda mais porque hoje os estímulos são tantos que nunca chegaremos a ler todos os livros que desejamos, ouvir todos os discos que queremos ou conhecer todas as pessoas que nos são estranhas. Sendo bom ou ruim, acho que é importante não descuidarmos de viver intensamente a busca ao invés de limtarmo-nos ao alcance dos objetivos.

Beijo, Feijãozinho.

"nem tão longe que eu não possa ver/nem tão perto que eu possa tocar"

muito bom, menina.
abraço

Oiiiie.. até que enfim consegui comentar aqui. Eu mesma sempre penso isso.. se fulano tem isso ou é assim, o que mais ele pode querer.. e na verdade todoos nos queremos sempre mais, como na musica do IRA!. ;) Entao, escrevi um conto, e usei seu nome, combinou perfeitamente com a personagem.
beiJokas querida e uma ótima meiuca de semana. ;o**

Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Este comentário foi removido pelo autor.

Oi Bianca, valeu pela visita. Aproveitei pra ler suas coisas aqui, li tudo e notei q cada novo post melhora ainda mais. Tou precisando escrever algo tb, antigamente eu fazia mais isso, preciso emergir um pouco do trabalho. hehe Bjs

Oi Bianca, eu estranhei mesmo qdo vc colocou que não conseguia visualizar o template...é que isso só será possível se vc baixar o template no seu blog. Faça assim: Vá em Editar HTML, clique em expandir modelo de widget e faça o upload do arquivo xml com o código do template. Clique em Visualizar. Aparecerá uma mensagem pedindo para vc descartar suas widgets (IGNORE!), mas não clique aí, só visualize na página que se abrirá. Se vc gostar, é só clicar em salvar (aí sim perderá tudo o que está na barra lateral - salve antes num bloco de notas). Se não gostar, clique em LIMPAR EDIçÕES, que seu template volta ao que estava antes.
Vale sempre lembrar que é bom, antes de qualquer procedimento, salvar seu template atual primeiro no seu pc, clicando antes de tudo em Baixar Modelo Completo.
Espero ter ajudado
um abraço!

Oi Bianca , nos vimos ontem , nos "conhecemos" HJ , hehe
to aqui no seu blog lendo que você escreve, parece provir de muita reflexão .. bonito ..
Parabéns

Um pouquinho de Hilda Hist...
---
Cantares do Sem Nome e de Partida

I

Que este
amor não me cegue nem me siga.
E de mim mesma nunca se aperceba.
Que me exclua do estar sendo perseguida
E do tormento
De só por ele me saber estar sendo.
Que o olhar não se perca nas tulipas
Pois formas tão perfeitas de beleza
Vêm do fulgor das trevas.
E o meu Senhor habita o rutilante escuro
De um suposto de heras em alto muro.
Que este
amor me faça descontente
E farta de fadigas. E de fragilidades tantas
Eu me faça pequena. E diminuta e tenra
Como só soem ser aranhas e formigas.
Que este
amor só me veja de partida.

euescrevo
livros
::Textos meus inéditos ::
noorkut
linkssobre
enciclopédia
videosinteressantes
sitesculturais
outrostextos
sertaoveredas
"O senhor... Mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra, montão".
(Guimarães Rosa)
caio-fernando-abreu
"Dentro de mim guardo sempre teu rosto e sei que por escolha ou fatalidade, não importa, estamos tão enredados que seria impossível recuar para não ir até o fim e o fundo disso que nunca vivi antes."
Clarice-Lispector
"Quero morrer com vida. Juro que só morrerei lucrando o último instante. Ah... como quero morrer... mas nunca morrer antes de realmente morrer."
Nietzsche
"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura."
Paulo-Leminski
Que tudo se foda, disse ela. E se fodeu toda.
Mario-Quintana
"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho".
Mario-Quintana
"Os males do mundo toda a gente sabe! Os meus... ninguém... A minha dor não cabe, nem nos cem milhões de versos que eu fizera..."
nelson-rodrigues
"Se cada um soubesse da intimidade sexual dos outros, ninguém cumprimentaria ninguém.
Bianca Feijó em seu site







Blog Bianca Feijó