A idéia que temos das pessoas pode ser tão grande quanto pequena.Porque elas são do tamanho que nós vemos, e não do tamanho de nossa altura.
O que vemos das pessoas é apenas isto: almas vestidas.
Não sei onde te vi nem quando.Nem sei quando isto [se] passou, ou se passou realmente.
É a idéia do teu ser que penso saber quem tu és só por ter-me. E, é assim, consciente de ti, que nem a mim sinto.
Neste ignorar-me a ver-te penso que afinal... não penso nada.
Sinto que sonho o que me sinto sendo. E, sinto que minha idéia de ti é uma tela irreal em que erro em cor a minha arte.
Tudo tem outro sentido, mesmo o ter-um-sentido.
Visão que se não pode ver, extensão desconhecida com hábitos de realidade.
Quantas horas de desassossego feliz se fez ?
E nós não nos perguntávamos para que era tudo aquilo que não era nada.

33 Comente Aqui:

Belíssimo texto, Bianca. Como sempre sua superação cresce a cada texto. è real o texto. Temos a idéia e a fazemos pelo sentido da visão. Assim também de nós quando nos olhamos no espelho. Já cheguei a duvidar do espelho, mas desisti, senão.... O "Tudo" e o "Nada" andam muito juntos, ou a extensão do tudo é o nada. Enfim, texto filosófico que chega a arrepiar, mas é muito bonito.

Parabéns, amiga

Beijos

Mirze

Bianca, vc é um ser iluminado. Sempre encantando-nos com suas belas palavras, talvez simples, mas nem por isso, menos tocantes! Admiro muito vc minha amiga querida, por ter esse dom lindo que Deus lhe deu e mais ainda, por usá-lo tão bem!
Beijos carinhosos e que Jesus a ilumine cada vez mais!

menina tava passando e descobri o seu blog..muito lindo viu
textos simples..belas fotos...gosto muito de blogs assim


:)! olhe voltarei por aqui ta...xeroo!

menina tava passando e descobri o seu blog..muito lindo viu
textos simples..belas fotos...gosto muito de blogs assim


:)! olhe voltarei por aqui ta...xeroo!

"Neste ignorar-me a ver-te penso que afinal... não penso nada." Silêncio.

Querida Bianca,
Quando li seu texto, lembrei-me de alguns ensinamentos que me foram passados: muitas vezes julgamos as coisas por aquilo que elas aparentam ser, mas não exatamente pelo que elas são. Isso tem tudo a ver quando Cristo, em João.7:24, diz: "Não julgueis segundo as aparências, mas pela reta justiça."
Isso é natural do homem; muitas vezes "julgar" o outro a patir de uma visão superficial, equivocada, uma vez que não conhece aquele a quem julgou. Por isso, muitos relacionamentos de frustram, porque nos pegamos tão carentes, que depositamos no outro nossas idealizações, ou nossas falsas impressões, e nos frustramos, quando depois nos chocamos com a realidade.
Muito sábias, as suas palavras!
Beijo,
Ziggy

Oi amiga
Acabei de ler teus textos. Parabéns!
O que sabemos, o que somos, o que ignoramos? O que saberemos um dia, o que seremos e o que ignoraremos? Essas questões levaremos até a morte e as respostas talvez não sejam o mais importante, mas sim o fato de as mudarmos. Isso é o que nos mostra estarmos vivos.
Beijinhos

ZEN

o nada é tudo
tudo é o nada
o vazio é a forma
a forma é o vazio
a mente
tudo
M E N T E

Cássio Amaral.

Muito bacana seu texto. Vai na amplidão do desconhecido, mas com a pertinência da sua luz.

Beijo e bom fim de semana.

Num mundo de desconhecidos, de pessoas aparentemente calmas (e apressadas)...vivemos nesse mundo e para os outros podemos ser apenas mais uma dessas pessoas. O que vai nos diferenciar da multidão é o que importa!

Lindo texto...gostei muito!

Beijo Bianca...bom fim de semana pra vc!

Você desvenda lenta e lindamente os mistérios que assolam a natureza humana... beijo!

lindo!! seu sangue é poesia!! Antes de sermos reais somos sonhados..bjo do artista

A idéia do outro é uma criação da nossa arte!
Muito legal!

Mauricio Rayel disse... 15 de agosto de 2008 19:05  

Minha escritora preferida !

A idéia que eu tenho de você é essa mesma: que você é minha escritora preferida.

Assim canto meus sambas mais inspiradamente !

Seu sambista !

'Sinto que sonho o que me sinto sendo. E, sinto que minha idéia de ti é uma tela irreal em que erro em cor a minha arte.' Esse fragmento é de uma profundidade tão grande que nem mesmo consigo palavras para comenta-lo... Só o q posso dizer é q concordo plenamente com esse pensamento acerca dos outros: eles são mesmo aquilo q queremos enxergar...

A verdade depende do ponto de vista de cada um.

bjs

Ah, estou-me aqui, mais uma vez PASMA.
Dizer oque se a srtª já disse tudo.
Compartilho das mesmas opiniõe.s
E menina, que profundo esse texto hein. OMG!

oLá
Achei vc através de Hercília.. e essa primeira frase me fez pensar sobre muitas coisas..
não conhecemos o outro, não sabemos do que os que estão ao nosso lado são capazes;
Será que nos conhecemos???
http://cartasaoavesso.blogspot.com
CARTAS AO AVESSO

Todos sonham, nas noites frias
E desejam ser, e ter, As vezes o que já existe, e cruzamos, aquele que pode ter nos idealizado, sonhado ser o que somos um dia.
Viver é o pleno desencontro o sabor de amar o que não se conhece e entender, que nada se entenderá. Humildade infinita.


Bom, muito bom, questionar-se é evoluir, compreender é ascender da imensidão de escuridão e fantasias.

Beijos

DE QUALQUER FORMA, QUALQUER CONTEÚDO

Não me interessam as normas
E as almas vestidas
Que somente ficam mornas
Mas nunca ardentes de vida

Tremendo menos de frieza
Do cínico sereno do que de pavor
Esperam que algo as aqueça
Mais do que o magro cobertor

De qualquer forma
Qualquer conteúdo
É o que conforta

Nem tanto quanto a nata
Uma pitada de tudo
É melhor do que nada.

"Almas vestidas". Gostei disso. E nem

sempre a gente consegue enxergar a

real nudez dos outros: ainda fica uma

"lingerie" de hipocrisia e/ou mentiras

e que um dia mostram fiapos de dor.

Mas há, felizmente, os que já chegam

a nós quase nus, tamanha é a leveza

de sua sinceridade. Ótimo texto, gostei.

Beijo grande e uma ótima semana


ALBERGUE MENTAL
http://caioalbergue.blogspot.com

Muito interessante seu blog... Gostaria muito de seu comentário sobre o meu... E também algumas dicas, pois escrevo poesias e contos... Sou iniciante de blog..heheeh...Aguardo sua resposta...Obrigada..

Oi Bianca,

Adorei os seus textos. Sensíveis e vão ao âmago.
Aliás, o blog todo é 10 !!!
Voltarei outras vezes e estou te linkando no meu blog.
Beijooo,
Chico

oi Bianca,

sempre que venho aqui eu me esbaldo, você cada vez e sempre... ótima.
Realmente, "tudo tem outro sentido";


b.e.i.j.o.s.

Perceber o outro e esquecer da minha própria existência... É a sensação mais estranha e gostosa que já experimentei.

Beijo!

Acabo de me ver num encontro antigo. Daqueles que de tão esquecido ainda tento saber se aconteceu mesmo. E nem me sinto agora!
Beijo Bianca!

Oi moça bonita!

Aprendi com meu avô que todos os segredos sobre a vida estão em uma vida sem segredos.

Bjos.

Olá!!
Passei para uma visitinha!
Beijos
http://sex-appeal.zip.net
http://cara-nova.zip.net

Nossa Bianca, passei por aqui pela Jana - Entretantas, eu. Que lindo o texto! Lindo! Profundo, verdadeiro! Adorei seu blog! Vou te add na minha lista tá? Aproveita e vem me visitar tb... Beijo

Belo Bianca!

Em suas escritas, o eu-lírico materializa um pensar contemplativo que questiona a si mesmo, o outro e as coisas físicas e não-físicas da existência.

Tenho visitado sempre o seu espaço e aprecio demais sua lírica filosófica, mesmo que não haja uma pretenção de sê-la reflexiva.

Seu blog está realmente lindo, tudo em perfeita harmonia.


Abraços,
H.F.

Oi Bianca,

me impressionou muito o que li.Realmente temos que transcender o normal, agora entendo melhor o que me disse!!!
Beijos
Saudades!!!

Francisco

Cada vez mais fico impressionada com a tua capacidade, teu texto explode em sensações.
Sensaçãoes boas, muito boas!!
A existencia está além de nós.

beijos

Conhecer
Dez
Por vez
Ou seis
Ou três
Um por mês


Desconhecer
Aos pés
Vês
Que não vê
Só sente
Tanta gente
Cada mente
Sem ser...

Ola Bianca;

você, sem dúvida alguma "demonstra sua criatividade através do pensamento vivo", vívido e maravilhosamente límpido, leve e cativante.
...por isso tem um presentinho pra vc lá no 3love´s.

b.e.i.j.o.s.

Belo e bom texto...
Vemos,lemos e somos o que conseguimos. Já quem escreve...
pode mais.

bESOS

euescrevo
livros
::Textos meus inéditos ::
noorkut
linkssobre
enciclopédia
videosinteressantes
sitesculturais
outrostextos
sertaoveredas
"O senhor... Mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra, montão".
(Guimarães Rosa)
caio-fernando-abreu
"Dentro de mim guardo sempre teu rosto e sei que por escolha ou fatalidade, não importa, estamos tão enredados que seria impossível recuar para não ir até o fim e o fundo disso que nunca vivi antes."
Clarice-Lispector
"Quero morrer com vida. Juro que só morrerei lucrando o último instante. Ah... como quero morrer... mas nunca morrer antes de realmente morrer."
Nietzsche
"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura."
Paulo-Leminski
Que tudo se foda, disse ela. E se fodeu toda.
Mario-Quintana
"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho".
Mario-Quintana
"Os males do mundo toda a gente sabe! Os meus... ninguém... A minha dor não cabe, nem nos cem milhões de versos que eu fizera..."
nelson-rodrigues
"Se cada um soubesse da intimidade sexual dos outros, ninguém cumprimentaria ninguém.
Bianca Feijó em seu site







Blog Bianca Feijó