Texto:Bianca Feijó
Caros amigos,

Venho através de este site expor-me, pois entendo que ler é também ser lido.Trata-se de uma experiência íntima.
Vinicius falava do homem "comum", de qualquer homem - mas é claro que falava na posição de poeta. Falava daquilo que, para o poeta, é essencial, e que grande parte dos homens que estão fora não podem compreender. Sujar-se na inconstância da vida, fazer da escrita um instrumento de escavação do real, não deixar que escape o vínculo difícil que une a literatura ao mundo. Apegar-se a ele, sempre.
Cada um lê com o que tem, lê com o que é, lê como pode. Não existe leitura perfeita, nem completa; muita coisa, mesmo para os leitores treinados, sempre fica de fora.
Posso estar aqui brincando quando escrevo, pois não é fácil. Mas os grandes escritores começaram de forma mais desfavoráveis; não, não pretendo me tornar escritora, mas vale lembrar de Adélia Prado em sua cozinha católica de Divinópolis. Nelson Rodrigues, em meio à zoeira da redação de O Globo, concentrado em sua dramaturgia. Clarice atônita, a máquina de escrever no colo, escrevendo enquanto vigia as crianças. Franz Kafka abatido em sua mesa de burocrata no ministério de Seguros Gerais, em Praga. Pessoa, metido em uma capa preta, um corvo no balcão de um café do Chiado. Hemingway em seu barco navegando, cheio de bravatas, pela costa de Havana. Ricardo Piglia em um intervalo de aula nos Estados Unidos, ou em um seminário em La Plata. João Gilberto Noll, em pleno inverno, solitário, caminhando por uma praia deserta do norte do Rio Grande. Virginia Woolf, apavorada, ouvindo vozes em seu quarto. João Cabral, de paletó e gravata, despachando em um consulado na África. Qual deles está na situação ideal para escrever?
E vale lembrar dois grandes escritores que o país ainda desconhece, mas dominam a escrita tanto quanto os caras ali de cima:
O Rê, para mim, para vocês Renato Alt - o site é o Aperte o Alt ao lado, vale à pena, ele domina a escrita.
Tem também o João, para mim, para vocês João Aranha – seu site é o Reverbera. Escreve de tudo e sobre tudo com inteligência máxima.
Guardem esses dois nomes,vocês ainda vão ouvir falar neles,tanto quanto ouviram falar dos escritores famosos citados.

E eis me aqui estreando para escrever, experiência misteriosa, de que participam não só o texto que se lê, mas a imaginação e a sensibilidade de quem lê. Penso e estou achando que estou “preparada”, mas, como os escritores acima citados - Todos estavam, e nenhum estava.

Seja bem-vindo,SEMPRE!

6 Comente Aqui:

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Primeiro a chegar? Para mim é um prazer ser o primeiro a deixar um comentário aqui.
Parabéns pela iniciativa, querida, pois, como sabes, aprecio sua escrita, gosto da maneira detalhista e fluida de transmitir seus pensamentos e idéias. Sempre com um ar feminino peculiar, inteligente e de bom gosto, claro, vindo de você, só poderia ter bom gosto.
Agradeço por publicar meu blog e muito mais pelos comentários, não mereço tanto, mas agradeço muito.
Espero que os meus comentários, além da visita, também sejam bem-vindos...rs.

Continue escrevendo...nossa literatura pede bons escritores. E você, já está na lista dos bons e futuros amantes da língua.

Gostei do layout, claro, e o repertório é muito bom também. Sade com King of Sorrow...sem palavras, menina dos olhos verdes. Sem palavras...amo este som.

Um grande beijo para você.

João Aranha

Josiane Moreira disse... 20 de setembro de 2007 18:33  

Bi,além de linda,com um coraçãozão enorme,sapeca,ainda escreve muito bem,eu já sabia!!!
Adorei os dois texto,o Beta é sua cara...hahaha.
Como nformata digo que esta lindo,perfeito Bi,amei suas indiações!!!!
Estarei sempre por aqui.
Saudade da minha amiga arteira!

Bjxx
Josi

Quero falar da minha satisfação ao ver este seu trabalho.
É de muita competência seus argumentos.
Parabéns,aguardo mais texto.
Saudações,
Wunderlich

PARABÉNS PELA TUA ATIVIDADE ESTÉTICO-LITERÁRIA. É BOM
SABER DE TI E REVELARES TUA BELEZA. SE ME PERMITES UM
ACONSELHAMENTO, TE DIRIA: CONTINUA ESCREVENDO,
CRIANDO, LENDO E AMANDO, E LENDO, ESCREVENDO...
CONTINUA EM FRENTE GURIA!
ABRAÇOS,
RAUL PAIXÃO

Bi, adorei teus textos. Estás de parabéns, você é uma escritora, por enquanto reconhecida pelos amigos, mas futuramente... bjs sucesso!!!
Elisandra

euescrevo
livros
::Textos meus inéditos ::
noorkut
linkssobre
enciclopédia
videosinteressantes
sitesculturais
outrostextos
sertaoveredas
"O senhor... Mire e veja: o mais importante e bonito, do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas - mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou. Isso que me alegra, montão".
(Guimarães Rosa)
caio-fernando-abreu
"Dentro de mim guardo sempre teu rosto e sei que por escolha ou fatalidade, não importa, estamos tão enredados que seria impossível recuar para não ir até o fim e o fundo disso que nunca vivi antes."
Clarice-Lispector
"Quero morrer com vida. Juro que só morrerei lucrando o último instante. Ah... como quero morrer... mas nunca morrer antes de realmente morrer."
Nietzsche
"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura."
Paulo-Leminski
Que tudo se foda, disse ela. E se fodeu toda.
Mario-Quintana
"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho".
Mario-Quintana
"Os males do mundo toda a gente sabe! Os meus... ninguém... A minha dor não cabe, nem nos cem milhões de versos que eu fizera..."
nelson-rodrigues
"Se cada um soubesse da intimidade sexual dos outros, ninguém cumprimentaria ninguém.
Bianca Feijó em seu site







Blog Bianca Feijó